• Flor de Pequi
  • Esportes Radicais
  • Comida Mineira
  • Moqueca de Peixe
  • Tucano
  • Cachoeira
  • Cachoeira Grande
Serra

A Serra do Cipó está localizada a 100 quilômetros da capital, Belo Horizonte, na região sul da Serra do Espinhaço, no divisor de águas das bacias hidrográficas dos rios São Francisco e Doce, estado de Minas Gerais, Brasil.

          O distrito de Serra do Cipó (antigo Cardeal Mota)é cortado pela rodovia estadual MG-010, asfaltada em 1985, que o liga a Belo Horizonte e o articula com outras cidades do norte de Minas. Situa-se na bacia do Ribeirão soberbo, tributário da bacia de drenagem do Rio Cipó, dai a origem do nome. Pertence ao município de Santana do Riacho, em um trajeto de aproximadamente 25 quilômetros. Pela proximidade com o Parque Nacional, faz parte da região circunscrita à Área de Proteção Ambiental (APA) Morro da Pedreira.

           A história da Serra do Cipó remonta às comunidades primitivas que acreditavam no poder sobrenatural ou mágico dos desenhos e por isso deixaram seu registro, através de pinturas rupestres. Para provar a existência dessas marcas basta se adentrar dentro das cavernas e grutas presentes na região, que possuem um acervo rico de figuras entalhadas. Por volta do século XVIII, bandeirantes, tropeiros e escravos atravessavam a serra à procura de ouro e pedras preciosas. Por ali, transportavam mercadorias e davam sustento a base da mão-de-obra colonial.

          Pode-se dizer que hoje o acesso facilitado às cidades de Diamantina, Serro e Ouro Preto se deve a boa localização na porção sul da Serra do Espinhaço. Da escravidão resta ainda a trilha percorrida pelos escravos que conduz ao topo da cachoeira do Véu da Noiva.

         O clima da região é tropical de altitude, com temperatura média anual de 21°C. De abril a novembro, período seco é o melhor período para cruzar os rios, tomar banhos e praticar rapel. No restante do ano, chove mais, as cachoeiras ficam mais cheias e a vegetação, mais florida.

         Devido ao relevo acidentado da região, várias são as cachoeiras, corredeiras e piscinas naturais formadas, gerando um grande fluxo turístico para a localidade nos meses de verão. Diversos rios têm suas nascentes localizadas dentro da área do Parque, e estudos indicam que as águas desta unidade de conservação podem ser utilizadas como padrão para monitoramento de qualidade das águas na região.

          Quem gosta de caminhar encontra no Parque Nacional da Serra do Cipó um lugar ideal: são vários quilômetros de trilha plana, entrecortada por riachos e cercada por belas paisagens. Os locais mais visitados são a Cachoeira da Farofa e o Cânion das Bandeirinhas. Fora dos limites do parque, as cachoeiras Véu da Noiva, Grande e de Baixo têm acesso mais fácil e são ideais para quem não dispõe de tempo ou energia para grandes caminhadas. Os arredores do parque também proporcionam locais para rapel e escalada. 

          Na portaria do Parque é possível alugar bicicletas e cavalos para fazer os passeios.

         A visitação é feita das 8h/17h e o acesso é limitado a 150 pessoas por dia, sendo seguro fazer reservas em férias e feriados diretamente na sede do Parque.

        Não esquecer de levar roupa de banho, tênis, cantil e protetor solar. 

         A melhor época para visitação é de abr/nov, período da seca, quando fica mais fácil cruzar os rios, tomar banho e praticar rapel. De dez/mar, com as chuvas, as cachoeiras ganham mais volume de água e a vegetação fica mais florida.

 

© 2017 - Pousada Flor de Cipó